12.2.11

É só olha para você

E eu sei: não tem jeito. Já tentei de tudo, já refiz os mundos.
Os teus nomes...


 os meus versos.

Nenhum comentário: