22.2.11

Hoje

Eu desconfio a causa da falta:
O coração que é maior que o peito. E, então, não cabe.

10 comentários:

Nanda disse...

o excesso da ausência sem volta.

Thiago Domingues disse...

Oi!
Passei no seu blog anterior e vi que estava aqui...Pois,cá estou eu de novo!rs
Voltarei!
\o/

Sujeito Oculto disse...

Normalmente não cabe. Estou de volta.

Fabio Rocha disse...

Condição do poeta. Bjs

Edu Grabowski disse...

Gostei da sua visita! Legal que inundou-se!
Vi agora pouco, antes da meia noite e cinquenta minutos... Depois que o MSN parou de funcionar, não reloguei o hotmail. Hoje/ontem por acaso tentei logar mas só a pouco tive tempo... e vi seu comentário!

eu tentaria enviar inbox no face este comentário, mas o facebook me deu castigo que acaba em 48h...kkkk

mas após as 24h tentarei falar um oi...rs

E vc, parou de escrever?

Bjs, boa noite! Fica com Deus!

Fabio Rocha disse...

:)

Fabio Rocha disse...

:)

Fabio Rocha disse...

:)

Fabio Rocha disse...

:)

Fabio Rocha disse...

:)